Publicado por: cidadedopensar | 18/03/2016

Pensei em Chomsky !


Pensei em Chomsky, Sérgio Buarque de Hollanda ,Nietzsche e tantos outros  ao assistir o histórico Jornal Nacional Global no avassalador 16 de Março de 2016. Ódio incitado, caos instaurado, hipocrisia aferida e um monte de bosta jogada aos sabor do vento tal como o semeador português que redefiniu o território conhecido hoje por Brasil. E se os “Ladrilhadores” espanhóis com toda a sua expertise em desenvolver territórios como extensão de seus domínios agrilhoassem-nos, seríamos uma nação tão diferente assim? E quem se importa com isso? Vamos olhar para o passado para não cometer os mesmos erros no futuro mas sem aquela “nostalgia do que poderíamos ser”, pois não nos levará a lugar algum.

BzQ0y1eIQAAGGai

Vivemos uma “loucura insensata” e de proporções Homéricas com o “mais legal disso tudo” representado pela oportunidade de recomeçar do zero e realmente lutar por uma causa que valha: Reforma Política Profunda com a Educação como principal vetor de mudança de nossa sociedade. Não há outra saída para nosso país: A Educação é o alicerce balizador das nossas relações. Muito me entristece observar diariamente humanos encaixotados pelo pelo fardo que é viver atualmente. Seria menos casca se nos esbarrássemos nas ruas com mais afeto, civilidade e atenção ao outro. Não pode ser considerado normal olharmos para a quantidade de pessoas sem rumo nem prumo a cada esquina, independente de classe social, direcionando o ódio a irmãos pelo simples fato de pensar (ou não) de forma diferente e achar que nada podemos fazer para mudar o cenário. Parto do princípio que a cultura é uma lente entre o mundo e nossas retinas e, um país multicultural como o nosso há a impossibilidade da homogeneidade. Mesmo assim, com diferenças culturais e uma sorte de mitos fundadores, nos assemelhamos todos em um aspecto que é o que mais temos de rico em nossa cultura: a língua portuguesa.

Em português claro, revelo minha lente cultural para deixar o leitor mais confortável em refutar o que penso nas vezes que discordar dos meus posicionamentos : Tenho 33 anos, filhos de 4 e 13 anos. Sou Tijucano, branco, de classe média e sempre tive acesso à educação privada. Desde garoto convivo com o meio político e entendo a política como indissociável do ser humano. Sou de humanas com força: Estudei Comunicação, Design digital e Ciências Sociais. Não sei fazer miçangas. Estudei em colégio católico, fui umbandista e Kardecista. Desconstruí meu pensamento religioso e o ateísmo me faz parte. Pagava 50 centavos pra pegar um ônibus para ir a praia quando tinha 14 anos. e ia pra todos os cantos.Pronto. Já da pra ter alguma noção da lente que uso e que questões optaria fazer em minha mente e que juízo de valor faria ao escrever.

Aprendi com Max Weber “[…] que a validade do conhecimento obtido se mede pelo confronto com o real e não com quaisquer valores ou visões de mundo.” (COHN, 1997, p. 22). Mas isto não é tudo. Existe sim uma validade dos valores, quando estes […] orientam a escolha do objeto, a direção da investigação empírica, aquilo que é importante e acessório, o aparelho conceitual utilizado e a problemática de pesquisa e questões que se colocam ou não à realidade. […] Contudo, se os valores orientam a eleição das questões, Weber postula a necessidade da neutralidade axiológica quando do encaminhamento das respostas: elas devem ser neutras, já que a pesquisa deve caminhar por regras objetivas e universais. Os pressupostos da pesquisa são subjetivos, mas os resultados devem ser válidos e objetivamente aceitáveis (BEHRING; BOSCHETTI, 2006, p. 34). Assim, segundo Weber, os valores do pesquisador (o que é subjetivo) devem orientar o início da pesquisa, suas escolhas e a direção que irá tomar. Mas no processo de análise e resposta da pesquisa, a neutralidade deve prevalecer para dar respostas objetivas à realidade. Farei juízo de valor. Não serei neutro. Mas jamais em cima do muro.

Para Weber o juízo de valor é o ponto de partida da ação. Existem juízos de valor diferentes, determinados pela razão ou pela emoção e, cada individuo, tem sua particularidade e é necessário saber respeitar as particularidades de cada um. Pois o que é certo pra mim para o outro pode ser errado e vice-versa, cada um tem uma maneira de enxergar o mundo, cada um tem o seu juízo de valor.

Desfraldo minha “visão de mundo ” daqui em diante e sem caráter científico no preparo de premissas…. apenas observações que gostaria de dividir com você.

Apesar de estar completamente descrente em uma reviravolta positiva onde o “Übermensch” de 9 Dedos e todo o seu “poder de governabilidade” irá arrumar a casa , cansado do corporativismo do Governo Federal e achar o absurdo dos absurdos a nomeação de um VIrtual-Reu como ministro, observo a grande mídia agindo como um flanelinha a cooptar o cidadão a estacionar em vaga proibida.  9 Dedos será o rei da cooptação no Planalto Central se não for preso ou deposto de seu cargo. Mártir, Herói ou presidente novamente, na ideologia Novededosísta, em minhas palavras, leia-se  Absurdo, Utopia e realidade. Disse o molusco : Se for preso, viro Herói… se me matarem, Mártir… se ficar “diboas” aqui, Presidente de novo.

Sim. Os petistas estão suando… estão suando muito os petistas.  Mas será o PT a raiz de todos os nossos problemas políticos? Não. Apenas fazem parte do sistema de corrupção endêmica da classe política de nosso país. O grande problema deste partido é que deixou de ser partido há tempos e virou uma corporação que briga por todas as fatias de mercado possível para se manter no poder e usa a população apedeuta como massa de manobra e uma parcela considerável de formadores de opinião letrados para conduzir a minoria com acesso a livros de história e sociologia que simplesmente tentam escolher o lado romantizado do pensamento esquerdista.  É duro olhar pra cartazes espalhados pelo centro do Rio em apoio ao ex-presidente chamando o povo pra “guerra contra os antidemocráticos” ou convidando a galerinha pra Showmício. E a pirotecnia de que tanto reclamou Lula ao se deparar com o circo midiático, quando a favor, é show de bola, companheiro!

Ninguém me contou, eu as vi no centro da cidade do Rio de Janeiro e tirei as fotos:

.: Continue Lendo :.  .: Continue Lendo :. .: Continue Lendo :. 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: