Maraca : Que Saudade


Torcer com Vocês no Maraca
é Sinônimo de Cerveja, Comédia, Revolta e Glória !

Oh, meu mengão !


É fazer de um vidro quebrado
nosso acampamento…

É ter conta com o ambulante e só pagar no fim do campeonato…

É obrigar um irmão voltar em casa pra pegar nosso Amuleto Santo…

É discutir com cadeirante e quase chegar às vias de fato… Ou mandar uma Idosa que o xingou ir pra “puta que te foda”, brigar com chilenos , jogar dinheiro pros argentinos, pagar 30 conto na geral e se apaixonar pela Gata da PM Cirlene … Sim, eu lembro o nome dela.

É ver outro irmão
quase ser preso por atentado ao pudor ou, em dupla, trocar escarradas contra 50 torcedores rivais, mas, protegido por uma grade…

Mas sabemos: torcer é mais que isso… Sem dúvida é muito mais que isso. Torcer é levantar um amigo caído ao sofrer um golpe no estômago, um gol adverso e, claro, jamais desistir… Jamais desacreditar!

Mil manias e mandigas temos em comum, mas essa , especialmente essa de “pedir” um gol de falta, direcionando energia positiva ao batedor e a bola é indescritível… Principalmente quando o resultado é esse: O Grito Alucinado de “ÉÉÉÉÉÉÉ” do Rodolfo, sempre estranhamente acompanhado de um “Caralho” no final…

Camaradas, Saudade de vocês Saudade do amuleto “SJT” do Walla, que no título de 2006 da Copa do Brasil em cima do Freguês tradicional “perdeu” a cabeça… Mas a santa cola o restaurou!

O que dizer do Dudu, que saía de Três Rios pra acompanhar “In Loco” e Mutcho Loco sua maior paixão! E do Tulio? Agora em Sampa sofre mais ainda com a distância que o separa de tudo e todos, sempre irracional e cego como um amante do lado certo do maraca, bicho, esse aí xinga até um lateral batido errado e já escutou de torcedores a sua volta: “caaalma bro, cê vai enfartar, tome mais uma gelada pra relaxar…”, sempre racional e equilibrado ao comentar sobre uma partida do Mengo, com destreza profunda em arrumar uma cerva gelada na hora certa.

E o Rafael (que soy jo). Sou exatamente isso aqui agora em caracteres e imagem no vídeo abaixo, babando Amor e Ódio, presente no Maraca desde cabeludo em 1987 (E careca a partir de 2009). Tenho minhas superstições com o numero 18 e a camisa da sorte, assim como todos os guerreiros citados por aqui. Sou aquele típico torcedor vibrante, que canta e empurra o time nas horas mais difíceis, como também sou o que sofro calado e mal me movimento durante certos jogos, e quando bêbado, o Torcedor chato e sem noção que perturba os amigos presentes e ausentes, mas sempre de forma pacífica. Sim, já briguei no Maracanã mas foi extremamente casual e com 3 chilenos que acreditem, tentaram roubar minha carteira : Um tomou uma cotovelada, o segundo um soco na boca e o terceiro só empurrei e logo chegou a polícia. Mesmo agindo em legítima defesa, me arrependo, por sorte, os policias viram o que aconteceu, levaram os chilenos para o Jecrim e me aconselharam passar no posto médico, pois tomei um soco no supercílio, mas não chegou a abrir… enfim… “chega de mim”, o papo é sobre nós meus Parças, sobre nós, maraca e Mengo.

Se é jogo do Mengo tem Rodolfo e sua garganta no Maracanã que fez da “arquiba” com seu grito raivoso e retumbante ser ouvido pelo tosco Maurinho ao cobrar um escanteio, além de ser pé quente com força.

Não podemos esquecer-nos “do amuleto do amuleto”: Wallace. Grande figura e camarada de Maraca. É nosso amuleto, sem redundância. Ele e seu São Judas Tadeu que sempre nos acompanha nas vitórias e derrotas. Walla está eternizado na galeria de torcedores do Maraca por acreditar mais que todos, por cantar a todo instante e por quase sair no tapa com um cadeirante Rubro-negro. Agora, dá pra falar de Maracanã sem citar o Nado? Impossível.

Nadão, menos conhecido como Ronald Leonardo Jr é o responsável pelo meu amor ao mengo ter-se manifestado em um berço que fecha com o lado errado do Maracanã. Foi no dia 22|11|1987: ZICO 3 X 1 no Santa Cruz. Zico foi cruel porém, Nadão foi mais. Esperou o momento certo. No instante que o Mengo entrou em campo ele me pegou no colo e entrou nas antigas Arquibas de cimentão ao som da insana e magnética torcida Rubro-Negra, exatamente entre a Raça e a Jovem.Foi épico, lembro como fosse anteontem, como também me lembro de no momento errado baixar a cabeça pra dar uma golada no refri, me assustar com o grito de goooool e varejar o copo de Coca na cabeça do cara que estava degraus abaixo de nós e comemorar um gol sem ter o visto.

Nadão é o nosso contador de histórias, piadista e frasista, puxador de cantos e inventor de xingamentos tão criativos como : “Seu Cérebro de Molusco invertebrado do caralho”, “ô juiz, vá pra puta que te foda”; “ Porra , vai encher o cú de se foder” , entre tantos outros “elogios homéricos” e frases de efeito.

É… Ê saudade… Dói passar quase que diariamente pelo Maraca e saber que por dentro nossas marcas, pegadas, escarradas, suor, sangue e lágrimas foram apagados… Tomara que ao menos nosso vidro quebrado esteja “Intacto”… e permaneça assim como uma ode ao futebol, ao torcedor e ao Maraca eterno.

O vídeo a seguir é uma compilação de 2006, 2007,2008 e 2009, registrados por celular e câmera digital. Tem a Decisão do Carioca de 2007 contra o Botafogo, Fla x Sampa de 2008, Fla x Coxa de 2008 e Fla x Grêmio de 2009, além de músicas Maras do mestre Jorge Ben: Hino do Mengo no melhor estilo Samba-Rock e “O camisa 10 da gávea”…

Como foi bom estar com vocês em Dezembro de 2009 nas cadeiras e comemorar o tão esperado Hexa !

Saudade de Torcer junto com vocês na Arquiba, nas Cativas ou nas Especiais… Seja onde for a cada Jogo do Mengo estaremos juntos em energia e coração.

Avante Mengão !

Á Magnética e Destemida Torcida Rubro-Negra e seus Guerreiros : Tulio Fernandes ; Rodolfo Martins Ribeiro; Rafael Leonardo Braga ; Felipe Leonardo Braga ; Nadão , Walla , Neto e Dudu !


Adendo:

O que foi o jogo Santos x Flamengo, na Vila Belmiro, no dia 27 | 07 | 2011 ? Simplesmente Inesquecível…. Sair perdendo de 3×0 e Empatar, tomar a virada e revirar o jogo pra 5×4, com direito a 3 gols do R10 e 2 do Neymar : Não tem preço… Imaginei todos nós lá no campo inimigo torcendo, morrendo, vibrando, enfartando, odiando, amando, morrendo de novo e alcançando a glória que parecia impossível… Pensei em vocês o tempo todo… Parecia que estavam aqui comigo, chutando objetos indefesos com o coração a 327bpm .

Obrigado por me acompanharem até quando não estão presentes. Sintonizem seus corações junto ao meu como hoje meus parças e jamais, jamais estaremos sós, mesmo no deserto ou na multidão insossa que nos atravessa o caminho em nosso cotidiano…

Com amor, respeito e fé no Mengo e na amizade,
Rafa Leo Braga.

PS Fantástico e Frenético:Melhores momentos do jogo que entra pra história e eternidade do mundo do futebol… é, e teve gente que se sentiu orgulhoso por não ver este embate absurdo e eletrizante que foi Mengão x Peixe, né Led ? Hehehehe …

Erro
Este vídeo não existe

Comentários pósJogo do Rica Perrone, grande jornalista apartidário :

O SHOW DA VILA:

Sonhei que assistia a um jogo de futebol. Nele, duas das mais pesadas camisas do planeta se enfrentaram no campo dos sonhos, a Vila de Pelé. Cheio de garotos de talento incomum, o Santos fazia 3×0 num Flamengo recheado de grandes jogadores e que buscava o ataque mesmo sendo goleado.

Curiosamente o que vencia pouco agredia. Mas quando o fazia, com gênios em sua linha de frente, era fatal.

Com 25 minutos um garoto sub-20 mostrava a todos nós, brasileiros viuvos do futebol de verdade, que ainda podemos acreditar. Sozinho ou tabelando, o garoto driblava, corria, fazia gols e ainda mostrava personalidade. Neymar tinha até um cabelo diferente no sonho. Mas só o cabelo.

Ainda no primeiro tempo, onde curiosamente os 25 primeiros minutos foram dominados pelo Flamengo com 3×0 pro Santos, a coisa ficaria ainda mais maluca.

Ronaldinho (lembra dele?) fez um, Thiago Neves outro e no final do primeiro tempo Deivid empatou. Mas antes disso teve mais uma coisa curiosa.

Foi pênalti pro Santos. Na cobrança, Elano fez a cavadinha, e o Felipe defendeu, devolvendo com embaixadinha.

Tudo em casa, divertido, sem violência. Aliás, o jogo terminou no primeiro tempo com 3×3, pênalti perdido e menos de 15 faltas na partida.

Eu vibrava, o santista vibrava, o rubro-negro vibrava.

Torcedores comendo unha numa décima segunda rodada de pontos corridos, só em sonho.

Mas lá estavam eles, de volta pro segundo tempo.

E se já me espantava o fato do Muricy ter escalado um time tão ofensivo e leve, não estranhei ver o Luxemburgo ir pra cima do poderoso Santos em plena Vila Belmiro.

Aquela tendência suicida de quem ainda acredita em futebol bem jogado. Mas isso é só um sonho, é claro.

O Santos fez mais um. O monstrinho do Neymar fez o quarto e tudo parecia ir pro mesmo lugar que ameaçou ir no primeiro tempo.

Mas o Flamengo não entrou em desespero. Ao contrário. Tocou, tocou, agrediu, pensou, buscou.

O Santos? Mesmo menos ofensivo, naturalmente, tentou e teve suas chances. Enquanto de um lado o Peixe jogava tudo no garoto gênio de 20 anos, do outro eu via algo surreal.

O tal do Ronaldinho, o “pipoqueiro”, lembra? Corria, pedia a bola e jogava uma partida, com todo respeito, de Neymar.

Ou seria o Neymar jogando uma partida de Ronaldinho?

Ou seria, talvez, os dois times jogando uma partida de futebol brasileiro, o legítimo?

Sei lá. Sei que o dentuço fez o gol de empate e, brilhante, capitão, inspirado e afim de jogo, fez o gol da virada.

Era um 3×0 virando 5×4, fora de casa, com atuações mágicas de 2 malabaristas da bola.

Era um sonho impossível.

O Santos ainda em formação com as chegadas de novos talentos já com sintomas de um time histórico.

O Flamengo? “O Flamengo é o Flamengo”, lembra? Se você não tinha entendido na primeira, taí a legenda.

Não me belisquem, por favor.

RicaPerrone (O blog dele é excelente – vale o confere)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: