Publicado por: cidadedopensar | 06/03/2017

O sopro


images-1

Nascemos, de fato, no momento em que a  consciência nos pertence. Natos, certeza única : morreremos.

Não sejais natimorto, humano! Lutais contra a ignorância mesmo que escreva ou fale errado. Se o falta escolaridade, abuse da empírica intuição. Jamais cegue os olhos da verdade e da justiça. Nao repreenda seus desejos por saber e sabor. Traga pra si experiências que nao prejudique o outro. Concebido, conceda. Concedido, conceba. Troque sempre de lugar com o outro. Use as experiências de outras consciências como um simulacro do real que podes atingir-lhe timpanos, retinas e neurônios.

Consciente, conscientize, sem avançar os limites do respeito e espaço do outro. Seja o outro. Busque consciências balizadas em outra ótica. Aprenda com as diferenças. Respeite diferenças. Confronte ideias contrárias, refute se puder, mude opinião quando couber, sempre com respeito ao que merece.

Ame. Ame mais. Ria. Ria mais. Use seu tempo com quem ama, com o que ama e saiba conviver com as dificuldades e dissabores cotidianos. Filtre emoções ruins certo de que um foda-se bem dado , momentaneamente, irá aliviar o peso nos ombros. Nao expalhe seu lixo emocional em consciências sem a mesma capacidade do seu filtro emocional.

Na duvida entre a familia e outra coisa, sempre familia. De sangue ou escolha. Só use a  balança da ponderação para nao se valer da cordialidade Sérgiobuarquesca.

Evite a maldita liquidez absurda. Nao seja insosso, inodoro, inaudível… efêmero. Nem preconceituoso, moralista e regulador de genitais alheias. Nao sejais babaca. Nao se apoie etnocentricamente na sua ótica e julgue o diferente, a menos que o outro  tenha nitidamente uma ótica pseudo moral-religiosa que  fomente o ódio por pura ganância pessoal . Combata-os dentro da ética universal do bom senso.

Se observar algo que precise de uma ação para ser interrompido quando prejudicial ou benéfico ao  comum , nao espere, haja.

Colecione experiências. Alimente consciências que amas com elas. Desta forma, quando a possibilidade de coexistir fisicamente ruir-se, atingirá a maturidade da dor mais rapidamente e trará ao peito de quem sofre o conforto da saudade agridoce.

O amanhã um dia nao chegará para sua consciência.  Chegará para quem ainda vive. Seja em qualquer lado da dualidade acima, ambos precisarão desbravar o desconhecido.

Pense na brevidade da vida sempre que possivel…  de fato, o amanhã nao existe.

Sopre a sopa quente. Amorne. Devore-a.

A vida é só um sopro!

Publicado por: cidadedopensar | 18/03/2016

Pensei em Chomsky !


Pensei em Chomsky, Sérgio Buarque de Hollanda ,Nietzsche e tantos outros  ao assistir o histórico Jornal Nacional Global no avassalador 16 de Março de 2016. Ódio incitado, caos instaurado, hipocrisia aferida e um monte de bosta jogada aos sabor do vento tal como o semeador português que redefiniu o território conhecido hoje por Brasil. E se os “Ladrilhadores” espanhóis com toda a sua expertise em desenvolver territórios como extensão de seus domínios agrilhoassem-nos, seríamos uma nação tão diferente assim? E quem se importa com isso? Vamos olhar para o passado para não cometer os mesmos erros no futuro mas sem aquela “nostalgia do que poderíamos ser”, pois não nos levará a lugar algum.

BzQ0y1eIQAAGGai

Vivemos uma “loucura insensata” e de proporções Homéricas com o “mais legal disso tudo” representado pela oportunidade de recomeçar do zero e realmente lutar por uma causa que valha: Reforma Política Profunda com a Educação como principal vetor de mudança de nossa sociedade. Não há outra saída para nosso país: A Educação é o alicerce balizador das nossas relações. Muito me entristece observar diariamente humanos encaixotados pelo pelo fardo que é viver atualmente. Seria menos casca se nos esbarrássemos nas ruas com mais afeto, civilidade e atenção ao outro. Não pode ser considerado normal olharmos para a quantidade de pessoas sem rumo nem prumo a cada esquina, independente de classe social, direcionando o ódio a irmãos pelo simples fato de pensar (ou não) de forma diferente e achar que nada podemos fazer para mudar o cenário. Parto do princípio que a cultura é uma lente entre o mundo e nossas retinas e, um país multicultural como o nosso há a impossibilidade da homogeneidade. Mesmo assim, com diferenças culturais e uma sorte de mitos fundadores, nos assemelhamos todos em um aspecto que é o que mais temos de rico em nossa cultura: a língua portuguesa.

Em português claro, revelo minha lente cultural para deixar o leitor mais confortável em refutar o que penso nas vezes que discordar dos meus posicionamentos : Tenho 33 anos, filhos de 4 e 13 anos. Sou Tijucano, branco, de classe média e sempre tive acesso à educação privada. Desde garoto convivo com o meio político e entendo a política como indissociável do ser humano. Sou de humanas com força: Estudei Comunicação, Design digital e Ciências Sociais. Não sei fazer miçangas. Estudei em colégio católico, fui umbandista e Kardecista. Desconstruí meu pensamento religioso e o ateísmo me faz parte. Pagava 50 centavos pra pegar um ônibus para ir a praia quando tinha 14 anos. e ia pra todos os cantos.Pronto. Já da pra ter alguma noção da lente que uso e que questões optaria fazer em minha mente e que juízo de valor faria ao escrever.

Aprendi com Max Weber “[…] que a validade do conhecimento obtido se mede pelo confronto com o real e não com quaisquer valores ou visões de mundo.” (COHN, 1997, p. 22). Mas isto não é tudo. Existe sim uma validade dos valores, quando estes […] orientam a escolha do objeto, a direção da investigação empírica, aquilo que é importante e acessório, o aparelho conceitual utilizado e a problemática de pesquisa e questões que se colocam ou não à realidade. […] Contudo, se os valores orientam a eleição das questões, Weber postula a necessidade da neutralidade axiológica quando do encaminhamento das respostas: elas devem ser neutras, já que a pesquisa deve caminhar por regras objetivas e universais. Os pressupostos da pesquisa são subjetivos, mas os resultados devem ser válidos e objetivamente aceitáveis (BEHRING; BOSCHETTI, 2006, p. 34). Assim, segundo Weber, os valores do pesquisador (o que é subjetivo) devem orientar o início da pesquisa, suas escolhas e a direção que irá tomar. Mas no processo de análise e resposta da pesquisa, a neutralidade deve prevalecer para dar respostas objetivas à realidade. Farei juízo de valor. Não serei neutro. Mas jamais em cima do muro.

Para Weber o juízo de valor é o ponto de partida da ação. Existem juízos de valor diferentes, determinados pela razão ou pela emoção e, cada individuo, tem sua particularidade e é necessário saber respeitar as particularidades de cada um. Pois o que é certo pra mim para o outro pode ser errado e vice-versa, cada um tem uma maneira de enxergar o mundo, cada um tem o seu juízo de valor.

Desfraldo minha “visão de mundo ” daqui em diante e sem caráter científico no preparo de premissas…. apenas observações que gostaria de dividir com você.

Apesar de estar completamente descrente em uma reviravolta positiva onde o “Übermensch” de 9 Dedos e todo o seu “poder de governabilidade” irá arrumar a casa , cansado do corporativismo do Governo Federal e achar o absurdo dos absurdos a nomeação de um VIrtual-Reu como ministro, observo a grande mídia agindo como um flanelinha a cooptar o cidadão a estacionar em vaga proibida.  9 Dedos será o rei da cooptação no Planalto Central se não for preso ou deposto de seu cargo. Mártir, Herói ou presidente novamente, na ideologia Novededosísta, em minhas palavras, leia-se  Absurdo, Utopia e realidade. Disse o molusco : Se for preso, viro Herói… se me matarem, Mártir… se ficar “diboas” aqui, Presidente de novo.

Sim. Os petistas estão suando… estão suando muito os petistas.  Mas será o PT a raiz de todos os nossos problemas políticos? Não. Apenas fazem parte do sistema de corrupção endêmica da classe política de nosso país. O grande problema deste partido é que deixou de ser partido há tempos e virou uma corporação que briga por todas as fatias de mercado possível para se manter no poder e usa a população apedeuta como massa de manobra e uma parcela considerável de formadores de opinião letrados para conduzir a minoria com acesso a livros de história e sociologia que simplesmente tentam escolher o lado romantizado do pensamento esquerdista.  É duro olhar pra cartazes espalhados pelo centro do Rio em apoio ao ex-presidente chamando o povo pra “guerra contra os antidemocráticos” ou convidando a galerinha pra Showmício. E a pirotecnia de que tanto reclamou Lula ao se deparar com o circo midiático, quando a favor, é show de bola, companheiro!

Ninguém me contou, eu as vi no centro da cidade do Rio de Janeiro e tirei as fotos:

.: Continue Lendo :.  .: Continue Lendo :. .: Continue Lendo :. 

Publicado por: cidadedopensar | 16/09/2013

Juvelhicetude


Image
…Com pessoas mais nova
s é um encontro com seu profundo “eu do passado”. Uma forma de “draculianamente” sugar energias positivas
de algo que esvaiu-se ao tempo. É sentir a rigidez da carne, a sublime maciez epidérmica e o sedutor aroma da imperícia pélvica…afie seus caninos.

Se tiver a oportunidade de conhecer pessoas 20 anos mais velhas que você,não cometa o erro de nega-la. Se por ventura o acesso a esta experiência não ocorrer, o crie. A Abissal diferença de objetivos na antropófaga relação irá convergir pela diferença. Simples assim. Só cuide-se para não sentir a perigosa”nostalgia” do futuro. Querer atropelar o tempo e ter 240 meses a mais de vivência em um estalar de dedos devassará sua alma de forma mais intensa do que querer justamente o contrário. Proteja-se das garras , desfaça suas amarras e livre-se de preconceitos.

Quando a há consenso, nada deve ser proibido. Principalmente o encontro de almas e carnes afins.


Publicado por: cidadedopensar | 01/04/2013

Pulse Repost !


Longa noite que se aproxima ao fim. Apenas mais uma entre tantas.

Impulsivo Destino

Impulsivo Destino

Será?,depende sempre da próxima escolha. Sobreviver ou Morrer ? Escolhi Viver , e não exatamente subexistir.  Dentre todas ramificações possíveis de decisões tomadas, Cá estou eu fudido e confuso…

Seria diferente , estaria diferente, seria um novo Eu, caso as escolhas certas, erradas e omissas fossem invertidas ou me levariam ao mesmo lugar , só que em um novo contexto ?

Sem camisa, Barba cerrada, um ombro defeituoso, marcas de acidente de moto, 3 tattoos (Perna Braço Panturrilha) com os raros cabelos raspados á máquina ( Pente 1 nas têmporas e nuca, Pente 2 na nobre área rarefeita de pelos estéticos)….. Este é o Agora, em que exatamente escrevo garranchos eletrônicos em profunda desordem nada poética. Praticamente um híbrido Ficcional-Real de que tanto gosto.

Goste ou não, escolher é renunciar . Sempre .Desde o banal “com que roupa vou?” ou “ De carro, ônibus ou Metrô ? ” , Até as mais cascas e fodas como escolher ser infeliz. Renunciar ao delírio de felicidade .Decidir é fatal . Não . Não Mata. Apenas fato. Um entre tantos possíveis, de acordo com o contexto envolvido, onde a impulsão inconsequente é o melhor combustível . Aprecio o “não planejado” mas nada contra metas e objetivos previamente traçados. Questão de gosto mesmo.

Sei que gosto muito da madrugada e nela, meus sonhos se manifestam com olhos abertos , fomentando impulsões bizarras , por vezes imbecis e raramente sagazes . Foi então que descobri que este é o melhor momento para realizar loucuras não planejadas, daquelas imbecis, que te levam ao volante delirante em uma reta , a aproximadamente 200km\h e o próprio futuro decidido através de placas suspensas na estrada . Então cheguei em Nova Friburgo – RJ.

Clima perfeito para contrastar com o Rio de Janeiro. Manhã de quarta-feira, 7:27 da Manhã . 11 graus . Vento Frio. Cidade muito interessante. Belas Praças. Bons Restaurantes. Teatro . Hotéis Baratos . Faculdades . Pessoas Jovens e interessantes. As mulheres se vestem muito bem. Maioria de uma beleza apaixonante e bem peculiar, diferente das Cariocas da Capital. E os caras ? Não reparei . Mas não foi por outro motivo senão a minha breve estada na cidade, já que ás 10:48 da manhã eu fui parar em Sana-RJ , da mesma maneira que tinha “Brotado” na Praça Getúlio Vargas.

Então… isso mesmo… fui parar em Sana… Estacionei meu carro Atrás da praça, troquei a calça por bermuda, camisa de manga comprida por camiseta e o tênis por pés na areia. Sensação de bem estar e contato com o mundo aumentou significativamente, justamente por estar só e sem comunicação .Agora veio única parte desta minha loucura que planejei : Correr até a cachoeira , Pular da pedra, subir uma entrada acima da trilha do Peito do Pombo e ficar por lá 2 horas ao som de água corrente , vislumbrando a mata, o sol e a terra .

Primeiro passo planejado ( e único). Fui até a entrada da trilha. Recebido por um broda que aconselha os visitantes ,assinei o livro da passagem . Partí pra trilha e entrei logo de cara no primeiro “Portal” , pois precisava pular da pedra, e não era mais plano porra nenhuma, simplesmente precisava….. ahhhhhhh…. que delícia…. Takiupa… que sensação foda . Perfeição de sentimento libertador e energizante. Me desliguei por bons minutos encostado na erosão ventureira da queda dágua até lembrar dos óculos escuros que perdi neste mesmo local meses atrás…. o que claro não me fez recuperar a sanidade… porra nenhuma… só me deu vontade de mudar de local

Fato curioso : Magicamente a natureza me presenteou com um outro par de óculos. Achei um no meio do mato. Ri com vontade. Sozinho. Sem ninguém ao lado. Ri muito… Alto… Louco … Não por ter achado um óculos escroto que nem na minha cara cabia… rí por lembrar da forma que perdi , pulando de uma pedra á outra de forma tosca e o meu compadre, Tulio ,tentar , sem sucesso, agarrar o pobre coitado no ar… Tá.. Tá bom… confesso : Eu perdi a porra do óculos por culpa do voyeurismo que corrompeu-me e meu amigo : Fomos ver 2 gatas se pegando atrás das pedras, mas não conseguimos, e só não conseguimos por merecidas pragas e macumbas desferidas pelas nossas companheiras.

Ainda rindo, ou se preferir, latindo feito louco, saí daquela fenda do tempo . Desejava encontrar um lugar confortável pra deitar e curtir o ambiente. Na trilha, resolvi buscar o “Portal” mais próximo . Que Lugar Punk. Pedras deformadas e posicionadas por ventura se transformaram em casa pra mim. Fui muito bem acolhido pela natureza nativa. Fiquei outros excelentes minutos imerso na gelada corrente que estalava meu corpo. Subí na pedra maior e mais alta com uma facilidade estranha. Deitei. Tirei uma foto mental. Guardei com carinho e torpor apenas dentro de mim. A cena era linda. Foi e será pra sempre. Mata fechando em minha direção e abrindo no horizonte , de forma que o sol se esforçava para me alcançar.

Uma borboleta gigante e azulpousou em cima do único “objeto” ali que sofreu ação do homem de fato : Um punhado de pedras postas umas sob as outras, até que formassem a imagem do famoso pico da trilha de Sana : O Peito de Pombo. Foi o mais próximo do pico que cheguei até hoje…..Infelizmente…. e tão infeliz quanto foi lembrar que a hora da partida estava chegando. Chegou.

Parti da trilha. Troquei de Roupa. Liguei o Carro, o Som e o Celular. Desci com bizarra facilidade e rapidez a caótica buraqueira que é a “estrada” de sana que desemboca na RJ-142 . Logo estaria em uma autoestrada pavimentada e toda a minha energia iria ser sugada. Estrada… Estrada… Estrada.. Ponte Niterói-Rio … Perimetral… Tijuca… Pronto… Tava em casa.

Fui pegar meu filho na Escola. Minhas energias voltaram na hora, exatamente ao vê-lo. Exatamente ás 15:42 da Tarde .

Filho… meu filho Lucas… Minha melhor decisão não planejada em toda minha vida, e que jamais será superada.

Ao meu filho, minha Vida.

Forte Abraço, RafaLeoBraga !

@rafaleobraga | rleonardobraga@gmail.com

Publicado por: cidadedopensar | 31/03/2013

Supernova


20130331-015431.jpg

Se existisse um deus, ele teria criado a via láctea. Quanto menos religião no coração, mais humano será. Quanto menos amar um pseudo criador de tudo, mais amor ofertará ao próximo. Se cristo existiu ou não, diferença zero em nossa existência, pois se existiu, realmente, é o maior lavador de almas e mentes nas palavras de pastores, padres e etc.

Se vc pode postar algo enaltecendo uma ilusão, eu posso expor a minha.

Não me crucifique por ser ateu e não diga que quem não tem deus no coração não presta.

Sou ateu, humano e errante. Jamais encontrará uma bíblia, Alcorão ou torá na minha estante. Entre tantos deuses que existem e existiram , eu escolhi negar mais um: o seu. E isso dói em vc.

Pare pra pensar nas outras religiões: eles temem outros deuses e cospem em cima do seu.

Quem te garante que é vc o “orador” do deus correto?

Reze para via láctea. Ela sim te criou. És um produto da morte de uma super nova.

Via láctea, minha deusa, eu te amo com força. — em Via Láctea

Publicado por: cidadedopensar | 27/03/2013

A Ciência Salvou a Minha Vida !


Retirado da página Universo Racionalista

Esta é apenas uma dublagem, todos os créditos da produção do vídeo pertencem à Philhellenes: (http://www.youtube.com/user/philhellenes). Você pode conferir a versão original nesse link: (http://youtu.be/r6w2M50_Xdk).

Créditos (Versão Dublada): Vídeo traduzido e Narrado por Igor Cavalcanti (http://youtu.be/37BsnCQEXwI).

Postado originalmente nesse canal: (http://www.youtube.com/user/lihsbrasil).

“Esse entendimento cósmico é novo para nós… mas não há nada a temer. Nós ainda somos especiais.Nós ainda somos Privilegiados. Pode haver um paraíso, mas ele não será perfeito e, nós mesmos, teremos que construí-lo. Se eu tenho algo que possa ser chamado de alma e que precisa ser salva, então a ciência a salvou da Religião. Algumas pessoas acham realmente deprimente o fato de que o universo só poderá suportar a vida por mais apenas 30 Bilhões de anos…… TRINTA BILHÕES DE ANOS…. Você deve estar de sacanagem ! “

Publicado por: cidadedopensar | 07/02/2013

Vigliatto


20130207-043452.jpg

Vigliatto Leonarddi é um daqueles cisudos senhores que veladamente ignoramos a existência,
principalmente quando no metrô buscam o assento preferencial para idosos.

Ele já passou dos 85, e ainda está á procura, não de assento em transporte público, mas dos porquês que sua existência ainda não ofereceu.Perdido em pensamentos aleatórios se viu diante de uma duvida pertubadora: “que diabos, afinal, é viver” ? é subexistir devido amarras sociais e temporais ou libertar-se anarquicamente de tudo e por impulsos continuar a expirar ?

Sentindo-se ameaçado por uma jovem grávida na árdua e colossal disputa pelo descanso das nádegas , panturillhas e musculos lombares, Vigliatto pensou em simular tonteira… mas achou que era um truque barato demais, e não valia passar por tal vexame, já que a ínfima distância entre Saens e Afonso Pena não durava uma pigarreada anciã.

Foi então que uma jovem, ruiva,linda, realmente estonteante , olhou profundamente dentro das retinas do velho Vigli. -“pode sentar aqui, meu tio, acho que está precisando descansar. ”
-” Não me entenda mal, doce pequena, mas o velhinho aqui só tem a casca cansada. Tudo o que é gasto me fortalece. Por isso fico em pé na condução. Anda tenho sola de sapato pra gastar nesse mundo. Um pouco,é fato mas tenho. ”

A menina incendiou. Ficou boquiaberta com o quê ouviu. Ela cruzou as grossas pernas adolescentes, guardando com cuidado a barra da saia como se fosse um ostensório. E o velho Vigli fazia tempo que não assistia a missa do padre Robério. Estava acometido pela fome de hóstia. A menina era puro pão e vinho. Erradicaria a fome de toda a humanidade só como a ternura de seus jovens pés.

Entorpecido pelo feromônio, seu antigo vicio, Vigli mal se deu conta da idade da menina. 17. Só 17 anos. Forte como um touro. Sagaz como um gato. Perigoso como uma mosca. Vigli a anos não sentia seu velho amigo cacete dar o ar da graça. Aconteceu no momento da cruzada de pernas. A menina levantou. Chegaram na estação final da linha 1 do metrô carioca. Raica, o nome era Raica. Ruiva Raica.

Ela percebeu que o jovem ancião a seguia pela rua. A Conde de Bonfim se mostrava um belo pano de fundo para uma perseguição não motorizada, onde a perseguida queria ser seguida.

Vigli gritava. Um tanto neurastênico. Completamente nauseabundo. Quase babando : meninaaaa. Explica-me os porquês. Da minha existência. Por favor. Me faz lembrar de quem eu era quando jovem. Resume minhas duvidas. Por favor. Viva as minhas duvidas e divida suas angustias comigo. Preciso de sangue novo. Como o Conde. E por favor,pare de andar. Já estamos quase no fim da Bonfim. Não agüento chegar na Hadock Lobo.

Em breve mais um capitulo da saga do nosso jovem ancião.

Publicado por: cidadedopensar | 01/02/2013

Sêneca?


;

Quase Concordo Com Tudo

Quase Concordo Com Tudo

Sêneca ? | Eu trocaria a palavra “inteligentes” por “despertas” …. e realmente, não tenho como atribuir a frase ao sêneca, Mas quase vai de encontro com meu pensamento….

Sim, foi um post no facebook que compartilhei de um perfil tosco qualquer, mas que me fez refletir sobre !

A imagem acima repercutiu da seguinte forma na mente de um camarada meu:

Sales (Facebook) “Imaginemos uma transformação dessa frase, de modo que ficasse assim: “A Religião é vista pelas pessoas comuns como útil, pelos inteligentes como verdadeira e pelos governantes como falsa.” Será que não foi isso que causou e ainda causa guerras civis por todo o orbe?…”

CidadeDoPensar | Acho mais acertado a palavra “útil” Mesmo…. Não da pra balizar verdades em qualquer religião, pois todas abraçam-a como única e exclusiva, logo, quanto mais longe da religião, mais perto da verdade, onde a dúvida fomenta a busca pelo real, sem pretensão de ser único, exclusivo. O que causa guerras é fundamentalmente a ganância balizada pela falsa moral religiosa ! Se há um mal na humanidade que pode ser erradicada do estado que deveria ser laico (além do próprio, que já não nos oferece nem nunca ofereceu justiça social) é a religião.

Crer ou não em um ou mais Deuses não faz diferença, se um grupo social se sociabiliza com terceiros com dogmas e signos incomuns de forma “Open-Source” no quesito verdade.

Não acredito em um criador, não nego o mundo espiritual e tenho a ciência como norte. E justamente essas pseudos-contradições é que fortalecem a minha busca pela verdade.

Muitos governantes utilizam subterfúgio religioso para manobrar massas, como no caso Estadunidense, por exemplo ou o mais claro, aqui no nosso Brasilzão Lindão, nas eleições e programas de governo.

Entendi o sentido de “falsa” que vc atribuiu aos governantes, Sales como, hmm, no sentido de que as religiões são importantes pro “andar no caminho do bem” da humanidade. Só não concordo.

Muito do que penso pode ser aferido em dois documentários que postei na cidade :http://cidadedopensar.com/docs/

RELIGULOUS e DEUS, UM DELÍRIO !

Fica a dica !

Publicado por: cidadedopensar | 03/12/2012

Velhomoço


Um dia Vivo.Noutro Morto.
Um dia Velho .Noutro Moço.

| IGNORÂNCIA X SABEDORIA ? |

Publicado por: cidadedopensar | 25/10/2012

Derrepente 30


Normalmente, a noção de tempo é o diferencial em uma passagem curta por um lugar que amamos.

20121025-030531.jpg

De acordo com a velocidade que o tempo escorre por nossos dedos e retinas, nossa percepção é alterada. Quanto mais avançamos no tempo, mais ligeiro são os dias e menos quentes são as noites.

Quando criança, um ano demorava uns 5 para acabar. Hoje, aos 30, um ano dura em média uns 5 meses e meio. E vai nesse ritmo até aos 60. Após romper a barreira do meio século , parece que a percepção progressivamente volta ao original.

A cada dia que passa os minutos correm de mim como quem foge de um predador. Observo o dia com olhos de quem chegará em breve na metade da vida. Ou no fim, vai saber. Se a única certeza da vida é a morte, que nosso passeio seja eterno enquanto dure.

Já sinto falta do tempo que não volta e saudade do que ainda está por vir.

Os primeiros 30 já foram.
Que venham mais 7 dezenas desse tal de ano.

Obrigado queridas almas que me acompanharam nessa primeira parte do passeio. Vamos seguir juntos nessa rota chamada vida. Obrigado, meus amados filhos, por me escolherem nesse passeio terráqueo.

E vc, raro leitor, lembre-se. Sua vida é tão curta quanto uma caminhada matinal. Viva com força e sem rédeas. Viva sem antolhos.

Abra seus olhos para o imperceptível.

Observe o tempo como algo inacabável e ruirá. Pense que é inatingível e enlouquecerá. Apreenda e não o aprisione. Ele infla com elasticidade eterna.

Dome o tempo. Seja um fim de semana com a família. Uma noitada com os amigos. Um sexo com alguém que deseja “antropofagamente”. Uma boa leitura. Uma bebida rara. O primeiro beijo. O segundo ato. A terceira intenção. Desdobre a noção. Paralise. Recomece.

Atreva-se.
Prolongue a estadia.
Encurte os problemas.
Avance.
Cultive amores.
Colecione e admire.

Um brinde aos 30.
Passou ligeiro.
Que venham os 90.

Older Posts »

Categorias

%d blogueiros gostam disto: