Publicado por: cidadedopensar | 19/02/2011

Filosofia de Confronto


Um único  impulso consumista me agrada, mas me machuca o combalido bolso.

Quase uma doença. Afinal de contas eu poderia gastar esta grana com sexo,drogas e Rock and Roll. Mas é um impulso foda que me consome. é como num vício. Chamo carinhosamente esta enfermidade de : CLP , OU SEJA : Compro Livros “Pakaray”.  De diferentes temas e estilos.

E se ?

E se ?

Olhei agora rapidamente pras prateleiras :cerca de 100 livros : O Mapa do Tempo; Raízes do Brasil, Que faz o brasil Brasil?; Capítulos de História do Império; Visão do Paraíso; Tristes Trópicos; A casa dos Budas Ditosos; Groucho-Marxismo; Além do Bem e do Mal;Livro dos Saberes; Deus um Delírio; Criatividade e Grupos Criativos; Um Engima Chamado Brasil; Símbolo Perdido; 2666; O Manto; Meu pai fala cada M*rda; Planeta Favela; Uma gota de Sangue; 1882; 1808; O espírito Comum; Mentes Inquietas; Inteligência Emocional; O Avesso da Vida… ah… Foda-se…. Muitos…

Ler despertou o escriba em mim. Tenho vontade de escrever notas nas páginas dos livros. Um dia desses tomando café em uma livraria, por pura ventura,  fui apresentado ao Rubem Alves e a sua pseudo filosofia, graças a uma bela espécie de fêmea que estava na mesa ao lado. Ao se levantar, suas curvas esbarraram entre sí e deixou cair um pequeno livro no chão. Ela não percebeu e a avisei. Boa chance de ouvir a voz de uma deusa : -” Oi Rafael, prazer, meu nome é Sorte. Deixei este Livro pra você Refletir e não foi por acaso.” Ela sumiu no ar. Também Pudera . Era perfeita de mais pra ser verdade . Evaporou no ar, mas deixou seu perfume e o livro em minhas mãos.

“Se eu pudesse viver minha vida novamente….” Não, meus queridos turistas, não morri nem pretendo reconstruir meu futuro : Este era o nome do pequeno Livro de Rubem Alves que a felina morena desembrulhou de suas curvas para mim. Confesso que li sem atenção enquanto tomava o café que esfriava, e só dias depois de comprar é que desfolhei-o .Certos textos me impressionaram e reagi na hora : Escrevi o que pensava sobre eles e dei notas de 0 á 10. vou dividir minha experí com vocês, “Ma Brodas” !

Rubem Alves :

– Eu estou onde estou porque todos os meus planos deram errado. Isso é absolutamente verdadeiro. As pontes que construí para chegar aonde eu queria ruíram uma após a outra. Fui Então Obrigado a procurar caminhos não pensados. E aconteceu, por vezes, que nem mesmo segui, por vontade própria, os caminhos alternativos á minha frente.Escorreguei. A vida me empurrou. Fui Literalmente obrigado a fazer o que não queria. [Nossa, essa doeu ! Nota : 10 ]

– Agora, ao final de nossas andanças,Nossos olhos são outros, olhos de velhice, de saudade. “Toda espécie de saudade é uma espécie de velhice”, disse o Riobaldo. É por isso que os olhos dos velhos vão se enchendo de ausências. “Memória fraca”, dizem os jovens. Engano: é que sua alma sabe o que merece ser lembrado. Esquecem-se do que aconteceu ontem, mas lembram do que aconteceu há muito tempo, como se fosse hoje. [ Caralho ! que vontade de ouvir ‘o velho e o moço’ dos los hermanos . Nota: 10]

– Os olhos dos poetas são sempre olhos que se despedem. Pois não foi isso que percebeu Rilke ao dizer: “Quem assim nos fascinou, para que tivéssemos esse olhar de despedida em tudo o que fazemos ? [Porra coroa, sou poeta e não sei ? Nota: 8,5]

– As criancinhas ainda não experimentaram o fascínio diabólico do poder pelo poder e participam ainda da bem-aventurança paradisíaca em que o poder só tem sentido se produzir objetos de prazer. Criança é isto: desejo de prazer, corpo entregue ao brinquedo, atividade que é um fim em si mesmo, pela pura alegria de produzir. [Serei eternamente. Valeu, coroa ! Nota: 9]

– E você me pergunta, então, onde está a escola em que ensina a sabedoria esquecida… Não, não há escolas para isso. Todas as escolas nos ensinam a ser ferramentas. Será preciso que você procure mestres que ainda não foram enfeitiçados por elas. Você deve procurar as crianças. Somente elas tem o poder para quebrar o feitiço que o está matando ainda em vida.[ Coroinha master boladão. . Fodinha este texto. Nota : 10]

– As almas dos velhos e das Crianças brincam ao mesmo tempo. As crianças ainda sabem aquilo que os velhos esqueceram e têm de aprender de novo : que a vida é brinquedo que para nada serve, a não ser para a alegria ?[ E para o drama sem terror. Para o suspense sem temor. Para e Para ! Nota : não dei… rsrs]

– Entregue-se, sem vergonha e sem sentimentos de culpa, ás delícias do ócio. Aprenda a andar sem ter de chegar a lugar algum, simplesmente gozando o mundo que nos cerca ! Faça o fantástico turismo gratuito dos livros. Você irá a tempos e lugares aonde avião algum pode chegar. Há também o mundo maravilhoso da música.Lembro-me do senhor Américo, que nos seus 85 anos descobriu a beleza da música clássica e a ela se entregou até a morte, como se ela fosse uma amante.[ Andar a esmo… Ouvir por ventura, Viver aventuras. Ser menos duro como o Caxias e menos Maleável como um Malandro !  Gostei mais da minha nota que o texto dele broda… rsrsrsr… Mas dei nota 10 !]

– Meus sentimentos mudaram. A morte não mais me causa medo. O que ela me dá é uma imensa tristeza. Muitos,muitos anos atrás, quando minha filha Raquel não tinha mais que 3 anos – eu ainda estava dormindo -, ela me acordou com uma pergunta que eu nunca ouvira, uma pergunta de tal densidade poético-metafísica que tive a impressão de estar ouvindo uma voz vinda de séculos de sabedoria enão de uma menininha que começava a viver: “Papai, quando você morrer, você vai sentir saudades? ” Ante o meu espanto sem palavras, ela acrescentou: “Mas não chore não. Eu vou te abraçar…” Ela entendera que a dor da morte não é a dor do medo. É a dor da saudade . [ Caralho… Aconteceu algo bem parecido comigo e meu filho… Nota: 2 bilhões]

– Minha máquina do tempo é feita com memória e palavras. Entrando na memória, eu voô para o passado. Escrevendo as minhas memórias, eu levo outros a voar comigo. [ é isso coroa. Nota: 8 ]

– Eu nunca havia ouvido falar este nome Henri Bosco. Mas agora já o amo. Porque ele põe palavras nos meus sentimentos. Falando sobre sua infância, ele diz: “Eu retinha com uma memória imaginária toda uma infância que ainda não conhecia e que, no entanto, reconhecia ?” Para se conhecer a alma de uma criança, é preciso abandonar a memória biográfica e entrar na imaginação, aquilo que nunca foi. Como é isso, não conhecer e, no entanto reconhecer? Os poetas sabem que é assim. Na mais bela declaração de amor jamais escrita, Fernando Pessoa diz : “Quando te ví, amei-te já muito antes.Tornei a achar-te quando te encontrei” [Sensacional. Nota: 1000]

– É preciso esquecer os fatos para que as essências apareçam . [Nota Mil]

– … Todo ser é um permanente deixar de ser. A vida acontece morrendo.Como o rio. Como a chama. [Show]

– Eu nunca consegui chegar a lugar algum usando remos. Sempre fui levado por uma força mais forte que minha razão a praias com que nunca havia sonhado. Foi assim que me tornei escritor, porque o mar foi mais forte que o meu plano de viagem. [ É quando não se tem plano algum : o mar te leva através de correntes fodas e ventos aleatórios]

– A vida é assim mesmo. É sempre possível deixar o barco atracado ou só navegar nas baías mansas. Aí não há perigo de naufrágio. Mas não há prazer do calafrio e do desconhecido. [ Exato coroa ! ]

Rubem Alves estudou teologia e muito do que ele escreveu é “biblicamente cegueta”, mas presenteou-nos com pensamentos como estes acima. Agora vou deixar o Coroa em maus e fétidos lençois, como também me cobrirei com eles.

O paradoxo de R.Alves | Contradições Rubemalvianas

– Pense na vida como uma imensar Roleta. Há possibilidades infinitas á nossa espera. Coisas boas,coisas más. De vez em quando acontece uma coisa ruim. Quem é responsável? Ninguém A roleta é cega. Não foi “Alguém” invisível, que fez com que a coisa ruim ou a coisa boa acontecesse. Foi um puro acidente – sem razões,sem explicações .

[Isso foi dito por um Teólogo.,,, Teólogo ! Darwin 1 x 0 “Livre-nem tanto – arbítrio divino ]

– Viver é estar jogando roleta, sem fim. É sempre possível que algo terrível me aconteça. Se acontecer, eu sofrerei.Mas não culparei ninguém. Sofrerei sem revolta, sabendo que Deus é inocente. [Como assim ? ]

– Todo mundo diz que quer liberdade. É mentira. A liberdade traz muita confusão á cabeça. Melhores são as rotinas, que nos livram da maçada de ter que tomar decisões sobre o que fazer com a liberdade. Quem tem rotinas não precisa tomar decisões . A vida já está decidida . [ Será que Rubem tem medo da anarquia etérea… Decidida Por quem ? Destino, Fado, Deus ? ]

– Não dou conselhos quando o que está em jogo são situações existenciais. Posso dar conselhos sobre mecânicos, itinerários de viagens, cães, maneiras de fazer sopa e livros. Mas, quando o que está em jogo é a vida e a consciência de uma outra pessoa, a unica coisa é ético fazer é dar á outra pessoa tranquilidade e ajudá-la a ver com clareza, para que sua decisão não seja fruto de uma alma agitada e de pensamentos confusos. [ Ficar “sobremuro” e fazer cafunés ? não, obrigado.]

– Há pessoas que já têm respostas prontas. Elas acreditam em princípios fixos e os seguem. Se se acredita que toda vida – normal ou anormal – é resultado da vontade de Deus,não existe decisão a ser tomada porque a decisão já está tomada. Mas, se não se acredita assim, se se acredita que as anomalias são acidentes que nada têm a ver com a vontade de Deus, encontramo-nos diante da encruzilhada terrível: é preciso decidir, sabendo que qualquer caminho será doloroso e sem segurança sobre o final. [ Normal ou Anormal? Decidir ou seguir cego? Será, meu caro re-leitor, que Deus é uma miragem !]

A aventura pelas 1600 e tantas palavras deste post só enriquece nosso pensar.  A preguiça tem que estar bem longe das nossas retinas.  Bundas e palavras são coisas que não me cansa ver.

Forte e fraternal abraço,
Rafa Leo Braga


Responses

  1. Bundas e palavras são coisas que não me cansa em ver

    • Hahahaha… com certeza “parcero”… não cansa a vista.. só enriquece ! Ainda mais quando esta corretamente aplicado o tempo verbal… rsrsrsrsr


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: