Publicado por: cidadedopensar | 25/09/2010

Cigarros,Vão a Merda !


Maldito Cigarro Saboroso

Maldito Cigarro Saboroso

Estou praticamente 3 dias sem dormir.

Não , meus caros turistas… Não é carnaval, não estou na putaria, muito menos sou um raçudo caminhoneiro, que dobra e desdobra as artérias cinzas em estado de putrefação de nosso Brasil.

Queria eu estar em qualquer destas situações. Mas a verdade é que me reconheci um viciado em uma droga lícita , e estou há 2 semanas e 2 dias sofrendo de abstinência : Cigarros, vão a merda !

Meu primeiro maldito e saboroso cigarro foi precocemente fumado aos 9 anos… Lembro exatamente do dia .

Morava em Vila Isabel, exatamente na Rua Maxwell 80, aptº 405. Era um domingo de sol, em pleno Outono Carioca de 1991. Por volta das 09:00 horas da manhã, minha angústia , ansiedade e faro pra farra infantil fomentaram o Berro indagatório , pleonástico e cotidiano de cada dia :

“Manhê, posso ir pro play?” .

A resposta foi seca , firme e dura : “Claro que não”., mas acompanhado de um “ Você deve, Rafa, Vá brincar !” .

… Eu ainda não conhecia muito bem o Sarcasmo , mas meu coração infantil só queria brincar, nada mais…

Futebol, ‘Porradobol” e Taco pra começar , “Estatua-Ou-Porrada” , “Sangue“ e Barrile pra animar. Comandos em Ação, Pogobol,, e “Garrafão” pra Cor Ganhar, Corrida de Chapinhas, Elástico e Piscina Pra Relaxar …

Ta . Quem acreditou que eu brincava de elástico , só pode estar de sacanagem… Isso era coisa das “Tatilitas”, da Cellinha, Lize,Vanessa, Jomara, Roberta(CNP), Carol (MSC), Tati , Fernanda, Juliana e Cia .

“Ah, Colé Rafa, do Juninho Também, Hahaha !” diria o Xande . O Felipe Também diria isso, … O Bruno, Thiagão, Bruninnho, Titi, “Brunantonioni” ,Rodolfos, João Felipe, o 1002, O Nando, Alex, Sandro, Marquinhos, o outro Júnior, Fábio, Paulo Ricardo, Fernando do 505, Cristiano, Raul, Ricardo, Pitinha, Ah, porra, todos diriam a mesma coisa.

… Desde sempre era sabido a feminilidade de Juninho … Nada contra, mas criança não tem trava na língua, muito menos aceita diferenças comportamentais, aí é que entram os pais para ensina-las o contrário … Mas foda-se, o papo é sobre meu primeiro cigarro . Tá… Mas vou relatar um pouco mais das ações que me levaram a fumar o primeiro Rrogaci !

Após uma bela Manhã | Tarde de domingo infantil , minha longa caminhada de volta pra casa começou. Impressionante como é um fardo, um peso, uma dor foda ter que parar de brincar pra tomar banho e almoçar. Meus pais resolveram almoçar em uma churrascaria . Eu não estava afim de ir … Queria ficar em casa vendo revistas pornô ou fazendo qualquer outra merda de moleque Merdeiro . Sei lá, Congelar meus bonecos dos “Comandos” no freezer da geladeira, ou apenas observá-los derretendo em cima da lâmpada do abajur … Não… eu queria mesmo era “incendiar coisas”…

Eles toparam em me deixar só . Porra, ‘já’ tinha 9 anos, e um belo histórico de merdas feitas, mas meus pais me deram esse “Voto de Confiança” …. “Takiupa” ….

Logo que saíram, comecei a pular , cantar e agradecer a todos os santos pela oportunidade de ficar só pela primeira vez…. E não sei bem o pq , mas a primeira coisa que eu fiz foi ficar peladão … Corri pra varanda e dei uma bela de uma mijada pela grade… Foi lindo ver aquele líquido quente e amarelado cair em curva no play .

A vontade “incandescente” despertou . Munido de um isqueiro e um boneco com cara de bunda dos “Comandos” , fui ao banheiro e peguei o componente que faltava para minha experiência : O desodorante do meu pai . Joguei o boneco na pia, acendi o isqueiro e mandei ver no “desoda” . Uma puta labareda deixou o boneco todo chamuscado, mas ficou ‘manero bacarai’ o resultado : O pobre “Comandos’ com roupa verde e cara de bunda passou a ser reverenciado como um herói pós-guerra : eu imaginava que ele sobreviveu há uma explosão foda, armada pelo terrível “Dr. Capinha”, nome tosco que dei ao inimigo mais cruel dos “Comandos”.

Abri a porta do armário que ficava debaixo da pia pra ver o que tinha, e achei uma caixa vermelha com as bordas douradas . Sem abrir a tampa nem ler sobre o que se tratava, cheirei-a e gostei : “Porra, que cheiro é esse, parece bala . ”. Um pensamento muito normal para uma criança de 9 anos, que já tinha comido um comprimido de “neosaldina” achando que era “confete” (o “M&M’’ da época) .

Abrir a caixa era o próximo passo , e não hesitei em abirir ao ler “ Gudang Garam’’ escito bem abaixo de um desenho de umas casinhas ao lado de um trilho de trem … Era lógica pura : Essa porra é bala . Maldita inocência . Eram cigarros . Achei estranho cigarro ter cheiro bom, já que meus pais fumavam e o cheiro era uma merda . Mais uma vez a lógica infantil bateu : Se eles fumam aquela merda fedorenta e gostam, vou gostar deste que é cheiroso … Acendi …

Tossi “bacarai” … Mas o gostinho de bala prevaleceu… Traguei pela primeira vez sem saber se era daquele jeito mesmo, se era assim que se fumava, da mesma forma quando se trepa pela primeira vez : Você não sabe o que está fazendo ao certo, se é certo ou errado, mas é bom , estranho e inesquecível .

Insisti em mais algumas tragadas… Mas comecei achar aquilo uma merda . Parei de fumar pela primeira vez .

Aos 14 anos, precisamente em Dezembro de 1996, fumei meu “segundo” primeiro cigarro . Roubei um Free das mãos de uma ninfetinha que eu dava “uns pega dos bom” … e resolvi que ia fumar… Mas não sabia … Ela puxava a fumaça pros pulmões e a delvovia “mastigada” pra minha boca . Me ensinou isso . Ensinei algumas outras coisas . Bem interessantes .

Na virada de 1996 | 1997 já tinha fumado meu primeiro maço .

Traduzindo em números aproximados, até setembro de 2010 , me deparo com o seguinte quadro :

61.320 cigarros fumados desde “1997” | 183.960 minutos perdidos de tempo e vida : 3 minutos fumando cada cigarro… 3 minutos a menos de vida carnal | 3066 horas a menos ou seja, 127,75 dias de vida….

Isso se nenhum câncer ou qualquer outra enfermidade devido ao fumo me atingir.

Neste momento, a vontade é imensa tanto de fumar quanto de morder os cotovelos…. a pior coisa do mundo é parar de fumar… nunca pare de fumar… é uma merda… fumar é gostoso… é foda… da uma porra de uma sensação libidinosa com os pulmões… é fuder os pulmão e ser feliz… Oh Fezes , que vontade louca é essa ?

Ah, Vontade da e passa… ta.. não passa porra nenhuma… mas com certeza o fim do cheiro de cinzeiro em suas mãos, escritório , carro e roupas, fora o aumento do fôlego e um ganho absurdo no sabor de coisas simples, como , água, guaraná natural, água de coco, cigarro… não não… cigarro não… rsrsrsrsrsr …. enfim, com certeza os Prós são incontestáveis ….

Já tentei parar de fumar diversas vezes, porém esta é a primeira que realmente estou preparado psicologicamente(?) . Estou usando adesivos de nicotina , além de balas e chicletes, chocolate 70% Cacau , Coca-Zero e Café toda vez que a vontade de fumar aparece.

Um dia no trabalho, após fumar um maço, me senti um completo imbecil, peguei meus cigarros e joguei no lixo…. assim… sem mais nem menos. Os 3 primeiros dias foram quase insuportaveis. Parecia um viciado em crack. Minha produtividade caiu junto com a minha paciência……

…..Basta ! Fumei dos 14 aos (incompletos) 28 anos .

Na boa Cigarros, vão pra puta que te “fôda” , encher vossos cús de se ‘foderis’ !

Um forte e fraternal Abraço,

Rafa Leo Braga !

Maldito Cigarro Saboroso

O Culpado : Gudang Garam

Vou escrever aqui a minha luta “horária” contra o Cigarro … ou não !
Espero não precisar mais brigar com a Nicotina e o Alcatrão…..


Responses

  1. força!

  2. Uma vez falaram pra Anita(da minissérie Presença de Anita) que cigarro dava câncer,e ela
    respondeu que viver dá câncer.

    🙂

  3. Rafa;
    Estava procurando algumas imagens sobre o cigarro para usar em palestra na luta contra o tabagismo, pois, junto com uma equipe de cinco profissionais, estamos coordenando o 2º grupo de combate ao tabagismo, e acabei esbarrando em seu blog. No primeiro haviam 15 participantes, desses, 10 deixaram de fumar e 5 não conseguiram, mesmo com orientação psiquiátrica, psicológica e o uso do famoso CHAMPIX.
    Enfim, a motivação para escrever essas palavras é apenas dar algumas dicas: evite café e refrigerantes com cola. Prefira bala light, barra de cereal, beba muita água, muita, muita e muita. Procure identificar as situações que funcionam como “gatilho” no uso do cigarro, como por ex: hora do cafezinho (uma das participantes do grupo, sentia muita vontade de fumar quando ia colocar o lixo para fora) etc.
    Força e SORTE!
    Abraços;
    Sheilla

  4. CIGARROS PRA MIM SÃO UMA GRANDE BOSTA. DESCULPE SE ALGUEM USA.

    • CJ,,, Eu fumo cigarros e os acho bosta…… pior é que tem gente que ouve “Restart” e Gosta !


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: